CARTA ABERTA A RONNIE JAMES DIO

 

É com grande pesar que escrevo essas palavras. Ronnie James Dio, um dos melhores vocalistas de Rock do mundo, morreu dia 16 de maio de 2010.

Dio cantou com diversas bandas desde os anos 60, mas ele somente veio a alcançar o estrelato quando se juntou ao Black Sabbath depois da saída de Ozzy Osbourne, no início dos anos 80.

Ele trouxe um novo folêgo para a banda, pois já fazia um tempo que eles não gravavam nada de realmente bom. Os últimos discos com já Ozzy demonstravam esgotamento e a entrada de Ronnie James Dio trouxe muitas coisas boas. O primeiro álbum com Ronnie James Dio nos vocais, Heaven And Hell, acabou se tornando um grande clássico do Heavy Metal e do Rock.

Parecia que o Black Sabbath tinha entrado de novo na linha no início dos anos 80.

Após o Heaven and Hell, o baterista Bill Ward deixou a banda e foi substituído por Vinnie Appice, que é também um músico fantástico. Com essa formação eles gravaram o álbum Mob Rules, que é considerado por muitos fãs ainda melhor que o já excelente Heaven And Hell.

Eu tenho o Mob Rules em vinil, que eu comprei usado em um sebo. Uma verdadeira raridade. Eu ouvi tanto o bolachão do Mob Rules que cheguei a “gastá-lo”, se é que é possível fazer isso com um disco de vinil.

Depois de gravarem o Mob Rules, a banda pegou a Estrada e gravou um disco ao vivo chamado Live Evil. Depois disso, Dio foi demitido da banda. Na época houve rumores de que ele teria entrado Escondido no studio para mudar a mixagem final, mas esses boatos nunca foram comprovados (tenho que encontrar uma biografio oficial da banda para confirmar).

Ocorre que, após o Sabbath, Dio teve uma carreira muito bem-sucedida, com excelentes discos, tais como Holy Diver and Sacred Heart. Ele acabou se tornando um ícone do Heavy Metal e, em 1985, organizou a gravação de uma música no melhor estilo “Live Aid” do Heavy Metal, juntando vários músicos famosos de Heavy e Hard. A música, de nome Stars, está incluída no album “Hear’n’Aid”, e conta com a participação de vários músicos fantásticos, inclusive Rob Halford (vocal do Judas Priest), Geoff Tate (vocal do Queensryche) e o guitarrista Yngwie Malmsteen.

Mesmo tendo uma carreira bem-sucedida, Dio acabou por voltar ao Black Sabbath no início dos anos 90 para gravar o álbum Dehumanizer, de 92.

Dehumanizer é um disco excelente e uma de suas músicas foi até trilha do filme “Quanto Mais Idiota Melhor”, mas Ronnie acabou por sair de novo da banda quando o Ozzy Osbourne, numa de suas muitas “turnês de despedida”, convidou o Black Sabbath para abrir um de seus shows.

Dio, como qualquer outro grande cantor com sua reputação faria, não topou, e a banda acabou por chamar o Rob Halford para tocar com eles na ocasião.  Daí Ronnie James  Dio deixou novamente o Sabbath para seguir carreira solo.

Ele gravou coisas muito boas após o Dehumanizer. O Strange Highways, gravado mais ou menos nessa época, é um CD sombrio e mais pesado do que qualquer outra coisa que o Dio já tivesse gravado até então. Talvez suas decepções com o Sabbath tenham o deixado mais dark, quem sabe?

Ocorre que, depois de muitos problemas com o Ozzy e sua esposa Sharon, que é uma conhecida “vilã” no meio metálico, o Black Sabbath se juntou ao Dio novamente, mas agora sob o nome Heaven And Hell.

O Heaven And Hell lançou um CD e saiu em turnê pelo mundo.

Foi aí que eu os vi no dia 13 de maio de 2009, na noite que foi a melhor da minha vida até agora.

Dio cantou divinamente naquela noite, levando o público ao delírio.

Mal podíamos imaginar que, poucos meses depois, ele seria diagnosticado com câncer no estômago.

Eu fiquei bastante triste quando eu soube que ele estava doente e acredito que todos os fãs do Dio e do Sabbath tenham se sentido da mesma forma. Nós realmente acreditávamos que ele sobreviveria

Mas ele não sobreviveu.

A verdade é que o Dio deixou um legado maravilhoso, que começou com a banda Elf, no início dos anos 70, e que continuou com o Ritchie Blackmore’s Rainbow, com o Black Sabbath e depois com a sua brilhante carreira solo.

Dio foi um guerreiro e um performer fantástico. Ele representou muito para o Rock e era simpatico com todos os fãs. Nunca ouvi falar do Dio destratar fã. Nunca.

Ocorre que agora ele se foi e fivou um vazio no mundo do Rock’n’Roll. O Heavy Metal ficou triste e amargo sem Ronnie James Dio e sua voz maravilhosa.

Dio era um compositor fantástico. Também era um cantor incrível que tocava vários instrumentos, inclusive baixo e trompete.

Ele era um ser humano brilhante.

Você foi fantástico, pequeno grande Ronnie James Dio. Seu legado é fantástico e nós, seus fãs, agradecemos por tudo que você fez por nós.

Você nos abençoou com a sua música.

Descanse em paz, Ronnie James Dio.

Ninguém jamais irá substituí-lo

P.S. – Ronnie James Dio foi enterrado em uma cerimônia no Cemitério Forest Lawn, de Los Angeles, em 30 de maio de 2010. Estavam presentes mais de mil pessoas, dentre as quais sua esposa, Wendy, seu filho e mais de mil amigos e fãs.

R.I.P. Dio

Obrigada por tudo

 

 

CLIQUE AQUI PARA VER ALGUMAS FOTOS LEGAIS DO AND HEAVEN AND HELL AO VIVO

VIDEO ANTIGO ACHADO NO YOUTUBE

 

HOME

ENGLISH VERSION